Livro: A llha Sob o Mar








Isabel Allende - Bertrand Brasil, 2010





Nunca tinha lido nada de Isabel Allende. Ela é a autora latino-americana, mais comentadada e badalada no mundo, chegou ter a sua popularidade comparada com o Gabriel García Márquez.

Pocurei um exemplar para comprar e de cara A Ilha sob o Mar me chamou atenção, pela... Capa, é claro! Simplesmente amei a capa, da jovem negra com borboletinhas no cabelo. E quando chegou, pude constatar que as borboletinhas são em auto-relevo. Brilhante!




Não costumo ler sinopses, então não fazia idéia sobre o assunto do livro. O que não importa muito na minha opinião, pois gosto de cair de cabeça numa leitura nova, sem prevenções contra riscos.

O livro se inicia no século XVIII, na colonia francesa de Sain-Dominigue, a ilha que conhecemos hoje como Haiti. Contando a história da jovem escrava Zarité, suas danças, seus sonhos, suas dores, suas alegrias, a maternidade, o amor, a quase morte, sua fuga, e sua estrela - z'etoile.

Como plano de fundo da vida da escrava Zarité, temos o relato histórico fiel dos horrores sofridos pelos Africanos, que foram sequestrados e levados para o Haiti.

O livro é bem forte. Conta como essa nação foi criada em meio a dor e ao caos. Algumas coisas que até pouco tempo eu não compreendia. Porque os haitianos, não tem a "noção" de soberania nacional, de país? Porque existem esses guerilheiros fazendo mal ao seu prórpio povo em meio a tanta miséria?

Lendo esse livro eu compreendi. A colonia de Saint-Dominigue era a mais rica e mais produtiva da França, sua produção não podia parar. Os escravos levados para lá trabalhavam até a morte. Muitos não sobreviviam nem 6 meses depois de chegar à Ilha. Acredito que os sentimentos de seus antepassados, de dor, raiva, opressão, saudades, ainda ecoam por lá.

Quanto ao romance, é uma viagem. A história da forte Zarité é de arrebatar. Muito recomendado.


Cíntia Masa

   
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...