Samba pra Deus






Confesso que a primeira vez que soube desse cd não dei bola, afinal o estilo do Trazendo a Arca (banda da qual ela faz parte) não dá pra mim. Mas que grata surpresa tive ao deixar o pré-conceito de lado e ouvir esse “abrasileirado” cd.

Luiz Arcanjo esse é o nome do cara inteligente e criativo que lançou em 2009 o cd Samba pra Deus. A palavra "abrasileirado" resume o cd, que tem ritmos tipicamente brasileiros como samba, baião e MPB, mas também tem rap, pop e jazz, numa verdadeira festa dos ritmos.

As letras são inovadoras e criativas, os arranjos e back vocals de altíssima qualidade.

A música título “Samba pra Deus” tem uma letra bem divertida e dá um cutucão naqueles que não aprovam o samba na música gospel.

Ai quando eu era menino eu quis / Quis cantar samba pra Deus Ouvir / Mais alguém cruel me disse que / Deus não gostava de Samba / Ai meu coração menino chorou / E o que eu vou cantar pro meu Senhor / Se o meu Samba é o meu melhor / Haa deixa eu cantar do jeito meu / Haa Deixa eu cantar do jeito meu / E Se eu dançar vai ser pra Deus / Só pode dizer o que é isso alguém que sentiu / Deus ouve além de uma canção / Sabe o que vem do coração / O que há de errado em cantar o som do Brasil ?

A música “Gadara” acho a mais criativa, utilizando da passagem bíblica onde Jesus libertou um jovem e os espíritos se apossaram dos porcos, o artista cria a cidade de Gadara para fazer uma forte crítica social.

Em Gadara é assim / Ninguém se importa com os outros / Cada um vive pra si / Alimentando os seus porcos / São indiferentes / Vivem pros seus interesses / Só querem ter / O povo de Gadara prefere os porcos do que as pessoas.

A música “ Amor pra dizer” é belíssima, tem uma letra tocante.

Só quem viu alguém partir / Sem poder se despedir / Sabe o que é se arrepender / Ou não conseguiu dizer / Obrigado ou Adeus / Eu te amo ou Valeu / Simplesmente abraçar / Me perdoe o erro é meu / Só da valor quem sabe o que é / Privação de um pai , de mãe , de um filho , de um amor / de uma amizade, de um irmão / Amor pra viver / Amor pra abraçar / Amor .... Que não se contradiz / Quem vive para amar demonstra e nisso é feliz / Não cala a voz do amor mais diz”.

Confesso que a música "Alguém com eu" me fez chorar. Doce, nos faz imaginar com suavidade os últimos momentos de Cristo.

Entra Mestre,descansa um pouco / Estás cansado,estás sedento e rouco / Dorme Mestre, a casa é Tua / Já fechei porta e janela pra rua / Perdoa Mestre, mas já é hora / Uma multidão te espera lá fora / Estás decidido, não te detenho / Vais curando até chegar ao lenho / Partiu, fica a paz em mim / Fica sala com cheiro de jasmim / Vai verter a vida do corpo Seu / Vai levar a culpa de alguém como eu / Vai lavar o sujo do meu próprio eu / Levar-me puro a Deus

A música “Viver o amor” declara o amor ao próximo seja quem ele for.


Dizer que ama e não amar é uma loucura / é parada dura é uma desventura do coração / Dizer que ama e não mostrar é uma falsidade / é uma miragem se não há verdade não pode ser amor / Amor pra judeu mulçumano pra grego troiano budista e cristão / Amor pro mendigo da praça e pro magnata o amigo o irmão / Amor pro menino de rua para prostituta e pros caras do bar / Amor para o gay para o índio pro preto e pro branco pros gringos de cá

Na música “Perdão” somente com voz e piano o artista nos inspira a perdoar.

Perdão é a canção do amor / Perdoar é se libertar / É quebrar correntes de alguém / É deixar o outro levantar / É abrir mão de toda razão.


Luis Arcanjo foi ousado. O cd é riquíssimo, pois é íntimo, mas com fortes críticas ao comportamento da sociedade atual e o comportamento cristão, sem papas na língua, fala de amor, toca ritmos bem brasileiros como num grito ao fim do preconceito.






Ainda há esperança para música gospel nacional. Estou convencida.


Cíntia M.S.
   
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...