Você sabe respeitar as diferenças?




Muito espanto, esse foi o sentimento que senti no domingo passado diante de algumas leituras no universo blogueiro. Pasma fiquei ao constatar que uma grande massa cristã crê em um "evangelho" onde tudo é licito, tudo convém, enfim tudo é relativo, pois como dizem o que é pecado para mim pode não ser pecado para outros.

É bem verdade que há muita coisa acontecendo a nossa volta, são algumas minorias e outras maiorias querendo nos obrigar a aceitar suas convicções. Respeito quem pensa diferente de mim e tenho o direito de ter minhas convicções e crenças respeitadas também, não quero obrigar a ninguém a aceitar o Evangelho Pleno do Cristo Vivo como creio ou a aceitar a bíblia como A Palavra de Deus ou então a aceitar as doutrinas de entrega e santificação da bíblia sem alterações ou relativismos.


Hoje muito se fala das igrejas tradicionais, como a Assembléia de Deus, por exemplo, realmente há muita coisa acontecendo nos arraiais assembleianos, pastores e lideres brigando entre si para ver quem aparece mais, é vergonhoso e triste, mas dai vociferar contra tudo e todos é no mínimo antiético. Lembro-me com muito respeito e amor de minha falecida avó, que congregava na Assembléia de Deus. Uma senhora de 80 anos, analfabeta, que servia a Deus com fervor e amor, desses que até hoje ainda não vi igual. Sei que na sua ignorância (falta de conhecimento), se equivocava em muitos assuntos, mas a que benefício repreender uma senhora de 80 anos ou destruir em seu interior tudo aquilo em que ela acreditava. Sabemos que há pessoas que infelizmente não conseguirão alcançar determinado nível de conhecimento e por isso essas pessoas merecem a humilhação ou desdém?

Creio que não e Não, ninguém é obrigado a pensar como eu.

A matemática é simples: você me respeita + eu te respeito = Um mundo mais justo. Afinal é bíblico e constitucional: livre-arbítrio + liberdade de expressão.


Cíntia M.S.
   
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...