#Testei: Batom matte Teddy Bear da Maybelline






Achar um batom nude pode se tornar uma verdadeira saga. Passei pela minha e até tem esse post aqui sobre esse assunto. Mas, como adoro um desafio continuo na busca de nudes para meu tom. Hoje, com inúmeras blogueiras negras brasileiras falando sobre make, tem sido mais fácil buscar swatches de batons nacionais e marcas internacionais vendidas aqui e breve breve sairei as compras. Mas, o post de hoje é  sobre o Teddy bear da Maybelline, que é bem barecido com o Velvet teddy da Mac.

Batons Mac não tem comparação. O acabamento é sem igual, mas como amo pagar barato em batons, Mac só para cores muito especiais, como o heroine. 


O que achei: Não achei o acabamento dele mate e particularmente não curto esse brilhinho nos lábios, essa aparência de gloss.  A cor não ficou nude no meu tom de pele. Não fixa muito nos lábios e acredito que seja pela consistência dele, que considero muito cremoso. Eu não curti em nada esse batom e foi uma decepção, pois o plum me também da maybelline, que é o dupe do heroine é sensacional. Comprei o teddy justamente depois de ter comprado o plum me.  Acredito que em peles morenas, a cor dele fique nude. Enfim, não curti a cor que ficou em mim e nem o acabamento, mas pelo plum me ainda acredito nos batons da maybelline. 











Onde e quanto: Na Drogaria Venâncio, na época por R$ 19,90.



#Testei: Gel de limpeza esfoliante da Dr. Jones




Dr. Jones é uma marca de cuidados masculinos. Na última black Friday vários produtinhos da marca estavam em promoção na Sephora. Então, resolvi comprar para experimentar. Meu esfoliante amado acabou a validade e como validade de dermocosméticos não se brinca, resolvi comprar esse sabonete esfoliante para testar. 



O que a marca promete: Gel de limpeza de uso diário com areia de Bora Bora, um microesfoliante natural que limpa e remove as impurezas sem agredir a pele do rosto. Ideal para evitar pelo encravados. Possui ativos biofuncionais que protegem a pele e isotônico que acelera sua reidratação. Formula pH neutro e efeito refrescante.







O que achei:  Faz uma espuma razoável. Os grãos são bem rígidos, o que deve ser ideal para homens com barba, mas em peles sensíveis se esfoliar com um pouco de força podem facilmente machucar. Deixa a pele lisa e macia, mas não conseguir sentir aquela sensação de limpeza e frescor que a marca promete.  Então, sempre uso depois de lavar o rosto com um sabonete específico para meu tipo de pele. Não uso diariamente justamente por causa dos grãos, mas achei o produto bem razoável.  Apesar de ser um produto masculino, curti a compra, pelo preço que paguei. 



Onde e quanto: Na Sephora, na época por 28,00.




Glambox: Dezembro de 2015



A Glambox de Dezembro chegou em meio a polêmicas. Muitas meninas acharam que por ser a última de 2015, essa seria a melhor de todas. but Quem já assina a um tempinho sabe que não é bem assim que funciona o serviço. A melhor forma de não se decepcionar com a glam e não esperar nada.

Não ter muitas expectativas é o remédio para evitar fadigas desnecessárias. Então, mais uma vez coloquei em prática meu mantra anti-ansiedade e fiquei relax.  

A glam chegou trazendo de fullsizes: a pomada para áreas ásperas da Dove, perfume Eau d'Arôme da Jafra, que adorei ter ganho, pois é uma delicia e também a água oxigenada da Yamá, e esmaltes da Quem disse Berenice?



De amostrinhas e miniaturas: a miniatura do óleo para cabelos Baobab, amostrinhas do perfume Red Musk, do pó descolorante da Yamá e do protetor solar Normalize Matte da Ada Tina.




Eu não amei essa edição, mas curti muito. Mas, confesso que amei ter ganho o perfume, que é uma delícia. Só ele já valeu super a pena a caixinha. Mas, a glam é surpresa neam. Todo mês uma nova aventura. Para ver e saber mais sobre as caixinhas anteriores, é so clicar na Tag: Glambox.





#Testei: Natura Tez para pele mista e oleosa





Continuando as resenhas de produtinhos e amostrinhas que vieram na glambox. O post de hoje é sobre a linha Natura Tez.

A promessa da Natura é que esta linha descomplique a rotina de cuidados diários com o rosto. A linha completa contém: lenço de limpeza, sabonete em barra, gel de limpeza e hidratante; separados por tipo de pele.



(fonte: Site da marca)



Na glam vieram amostrinhas apenas do gel de limpeza tonificante e hidratante protetor matificante, indicados para pele mistas e oleosas. E do sabonete cremoso e hidratante protetor nutritivo, indicados para pele normal a seca, que pretendo resenhar depois. ;-)





O que a marca promete: Deixa a pele limpa e sequinha, reduz a oleosidade e controla o brilho. 

O que achei: O sabonete tem uma textura gostosa, faz uma espuma razoável.  A pele fica muito macia e o melhor, na verdade o que mais gostei nele. O cheirinho, que é uma delícia, bem suave. Não senti aquela sensação de limpeza,  que geralmente sabonetes faciais nos fazem sentir. Não fiz nenhum comparativo com os sabonetes faciais que tenho, porque também  acredito que a proposta Natura não seja se comparar a nenhum sabonete dermocosmético mais potente, como o Clearence ou Actine,  por exemplo.

O hidratante também tem um cheiro gostoso demais, mas não curto a combinação com protetor solar, acho essa mania de acrescentar  protetor solar em tudo um saco. Passo o hidratante  e o rosto fica esbranquiçado,  não sinto  nada de hidratação,  mas  preciso  confessar que fiquei muito tentada a comprar, até fui no site procurar a versão sem protetor e constatei a bola fora da natura.  Esse hidratante é muito cheiroso e acho terrível não ter a versão noite, ou sem protetor. Nesse ponto acho que a marca mandou mal. 

Acho que essa linha tem uma proposta bacana e se compromete com isso. O cheirinho é m-a-r-a. Para quem não está disposto a pagar por um dermocosmético, e também não necessita e nem pretende cuidados mais profundos, essa linha torna-se uma opção.  



Onde e quanto: A amostrinha veio na Glambox.



#Testei: Batom Plum me da Maybelline



Tenho uma pequena coleção de batons, porque amo batons. E amo ainda mais quando são bons e baratos. Buscando na net dupes nacionais dos batons da MAC, encontrei o Plum Me da Maybelline que é o dupe do Heroine. Ok, sei que os batons matte da MAC são incomparáveis, mas tem muitos batons nacionais fazendo bonito, como os batons tradicionais da linha mate da Dailus e os da linha Soul da Eudora.

Comprei o Plum Me já tem um tempo, na época o heroine estava uma febre por causa de uma personagem de novela e sempre estava esgotado, o Plum Me foi uma bela opção e não fez feio.






Ele não decepciona quanto a qualidade e acabamento.  Tem uma consistência de certa forma meio cremosa, por isso é fácil de passar. Não craquela e fica um mate confortável, não aquele mate seco, que acaba acumulando nos cantos e nem forma aquelas pelinhas chatas.  É fácil de usar e de retocar também. A duração dele é bem boa. Não sai e nem transfere facilmente, mas é preciso retocar, principalmente após comer e beber. Mas, tirando isso esse batom é mara. 

Ainda não sei se essa linha de batons da Maybelline de fato é uma opção boa e barata, pois só tenho o Plum me e o Teddy bear, um nude bem lindinho, que também tem a promessa de ser mate,  mas que não curti em nada, super brilhante, sai facilmente. Enfim, preciso comprar outros da linha para ter uma opinião melhor. Por enquanto,  a linha de batons #top1 na categoria bbb do meu core continua sendo a Soul da Eudora e tradicionais mate da Dailus. 



Onde e quanto: Na época por 19,90 na Drogaria Venâncio.


   
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...